Publicações

Publicação: Revista de Direito Mercantil Industrial Econômico e Financeiro
Edição: n. 34, ano 18
Páginas: 85-98

Neste trabalho, são feitos comentários ao acórdão do Supremo Tribunal Federal no qual a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro foi condenada a ressarcir os prejuízos causados pela CEPALMA a alguns investidores, por supostamente não ter fiscalizado a companhia na negociação de títulos de sua emissão no pregão.